Amazon Echo Show 8: Alexa com mais som e imagem

O Amazon Echo Show 8 é o segundo alto-falante com tela integrada a ser lançado pela dona do Alexa no Brasil. Depois do Echo Show 5, que tinha uma cara de rádio-relógio tecnológico, o novo modelo traz um painel mais brilhante de 8 polegadas para exibir informações extras ou até assistir a um filme, sem se esquecer do som, que ficou mais potente para preencher ambientes maiores.

Custando R$ 899, o Echo Show 8 também é o Amazon Echo mais caro à venda no país no momento. Será que ele faz jus ao preço cobrado? A qualidade do som é boa? E o que a Alexa pode fazer em uma tela maior? Eu usei o novo assistente pessoal da Amazon nas últimas semanas e conto tudo neste breve review.

Análise do Echo Show 8 em vídeo

O que é legal?

O Echo Show 8 chama atenção pela tela de 8 polegadas, que fica sempre ligada, mostrando o relógio, a previsão do tempo e sugestões do que fazer com a Alexa. A resolução é de 1280×800 pixels, o que não é nada impressionante se você comparar com o que temos em celulares e tablets, mas a definição é mais que suficiente para um dispositivo posicionado a uma distância não tão próxima dos olhos.

A resolução maior e o brilho mais forte da tela do Echo Show 8 melhoram certas tarefas. Se você tem uma câmera de segurança conectada, uma tela maior é melhor para visualizar as imagens, por exemplo. Como um porta-retrato digital, o Echo Show 8 também é mais competente, destacando melhor as fotos. E também dá para falar “Alexa, abra o Firefox” para ler um artigo na internet.

O design agrada pela simplicidade e se integra bem a qualquer ambiente. O smart speaker pesa 1 kg, tem revestimento em tecido e poucos botões: na borda superior, você pode controlar o volume, ativar ou desativar o microfone e deslizar um seletor para desligar a câmera frontal de 1 megapixel. Para ser melhor, poderia ter uma tela com ângulo variável — a Amazon até vende um suporte ajustável por R$ 99, mas o acessório bem que poderia estar incluso na caixa.

Mas, no final das contas, o Echo Show 8 é um smart speaker. E a Amazon não decepcionou nesse quesito: o som é alto e encorpado, podendo preencher até ambientes maiores com qualidade. Em comparação com o Echo Show 5, que distorcia o áudio com o volume em 70%, o Echo Show 8 esbanja mais pressão sonora e tem batidas convincentes.

Quem tem um ouvido mais clínico pode notar que os médios não são tão claros quanto poderiam e os graves causam um congestionamento em certas músicas, mesmo depois de ajustes no equalizador. Ainda assim, a maioria das pessoas deve ficar bem satisfeita com a qualidade de áudio, suficiente até para dar uma pequena festa com amigos.

Como o Echo Show 8 fica sempre ligado à tomada e tem um software bastante flexível, uma vantagem de ter um alto-falante de qualidade decente é poder conectá-lo ao celular por Bluetooth, por exemplo, o que permite escutar qualquer tipo de conteúdo com um som melhor. E o contrário também é possível: por meio da saída de áudio de 3,5 mm na traseira, você pode conectar uma caixa de som mais potente ao smart speaker da Amazon.

Por fim, a Alexa é uma das melhores assistentes pessoais para casas conectadas. Ainda estamos bem longe de uma inteligência artificial perfeita, mas a Amazon ganha pontos pelo bom reconhecimento de voz em português do Brasil; pelo suporte às Skills, que expandem a funcionalidade da Alexa com recursos de terceiros; e pela ampla compatibilidade com as principais fabricantes de eletroeletrônicos.

O que não é legal?

A tela do Echo Show 8 tem boa qualidade, mas sofre com a falta de integração da Alexa com serviços de vídeo. Você até pode assistir a uma série no Amazon Prime Video, mas é ruim não poder continuar uma temporada na Netflix ou ver os últimos vídeos no YouTube, por exemplo. Nesse último caso, o Firefox pode servir como uma gambiarra, mas a experiência de ficar tocando em ícones minúsculos do site móvel do YouTube não é exatamente o que eu esperaria de um produto da Amazon.

As poucas opções de serviços de vídeo limitam a utilidade do Echo Show 8, cujo principal diferencial é justamente a tela. E não é como se a existência do Prime Video fosse uma desculpa para não ter outros serviços de vídeo — afinal, no segmento de música, você pode ouvir músicas não apenas do Amazon Music, mas também do Apple Music, Spotify e Deezer.

Outra limitação está na comunicação. A câmera do Echo Show 8 quase passou despercebida neste review, por um bom motivo: ela foi feita para chamadas em vídeo, mas apenas contatos que tenham o aplicativo da Alexa ou outro Echo Show podem ser alcançados. Em alguns países, também é possível fazer chamadas pelo Skype, o que tornaria o recurso mais útil, mas o Brasil não está incluso na lista. Ainda assim, não é nada que você não possa fazer melhor com um celular.

Também faltam possibilidades de personalização no Echo Show 8. Na tela inicial, o smart speaker mostra o relógio no canto superior esquerdo da tela, com uma fonte relativamente pequena… e não há muito o que fazer. Isso é estranho porque o Echo Show 5 tinha diferentes opções de mostradores, incluindo um que exibia a hora em letras garrafais em tela cheia. Ironicamente, o modelo menor acaba tendo um relógio mais legível que o maior.

Vale a pena?

O Echo Show 8 é um bom alto-falante que, por acaso, também possui uma tela integrada. Com um espaço físico maior, a Amazon conseguiu caprichar mais na qualidade de áudio, oferecendo um som mais alto, encorpado e com presença mesmo para ambientes maiores. Em compensação, o painel sensível ao toque tem utilidade limitada para consumo de mídia, servindo mais como um reforço de informações visuais da Alexa.

Não é um dispositivo que eu compraria para ver um filme, por exemplo, embora a Amazon destaque essa característica nos materiais promocionais. A tela de 8 polegadas tem boa qualidade para mostrar letras de músicas, previsão do tempo, receitas ou notícias, mas não chega a substituir um tablet ou notebook. Também não substitui esses dispositivos para fins de comunicação, especialmente em um país em que a Alexa não é tão popular.

Apesar das deficiências, o Echo Show 8 é um bom produto se você pensar nele como um alto-falante inteligente — e não como uma tela inteligente. Com uma assistente pessoal bem desenvolvida, um som de qualidade e um painel maior, ele pode ser uma boa central de comandos da sua residência.

Nota de transparência: os links acima têm código de afiliado. Clicando neles, os preços não mudam, mas o veículo pode ganhar uma comissão da Amazon.

Amazon Echo Show 8: Alexa com mais som e imagem

Recommended Posts