Apple divulga receita de US$58,3 bilhões no 2º trimestre fiscal de 2020, já impactado pelo novo Coronavírus

Como previsto, a Apple acaba de revelar seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre fiscal de 2020, finalizado no dia 28 de março.

Ou seja, esse é o primeiro período já fortemente impactado pela pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) — e a Apple adiantou, em meados de fevereiro, que não mais conseguiria bater as estimativas divulgadas na última conferência de resultados fiscais.

A Apple divulgou uma receita de US$58,3 bilhões, lucro líquido de US$11,2 bilhões e ganhos por ação diluída de US$2,55. Os números comparam-se a, respectivamente, US$58 bilhões (+1%), US$11,6 bilhões (-3,5%) e US$2,46 (+4%) no segundo trimestre fiscal de 2019.

Vendas internacionais compreenderam 62% do faturamento trimestral.

Eis os números por segmentos:

  • iPhone: US$29 bilhões (-6,8%)
  • Mac: US$5,4 bilhões (-1,8%)
  • iPad: US$4,4 bilhões (-10,2%)
  • Vestíveis, Casa e Acessórios: US$6,3 bilhões (+23,5%)
  • Serviços: US$13,3 bilhões (+15,7%)

Eis a declaração do diretor executivo (CEO), Tim Cook:

Apesar do impacto global sem precedentes da COVID-19, estamos orgulhosos em informar que a Apple cresceu no trimestre, impulsionada por um recorde de todos os tempos em Serviços e um recorde trimestral de Vestíveis. Nesse ambiente difícil, nossos usuários estão dependendo dos produtos da Apple de maneiras renovadas para permanecerem conectados, informados, criativos e produtivos. Sentimo-nos motivados e inspirados a não apenas continuar atendendo a essas necessidades de maneiras inovadoras, mas a continuar retribuindo para apoiar a resposta global, das dezenas de milhões de máscaras faciais e escudos faciais personalizados que enviamos a profissionais médicos em todo o mundo. mundo, aos milhões que doamos a organizações como o Global Citizen e o America’s Food Fund.

E aqui a do diretor financeiro (CFO), Luca Maestri:

Estamos orgulhosos de nossas equipes da Apple em todo o mundo e da resistência dos nossos negócios e desempenho financeiro durante esses tempos difíceis. Nossa base ativa instalada de dispositivos alcançou uma alta histórica em todos os nossos segmentos geográficos e em todas as principais categorias de produtos. Também geramos um fluxo de caixa operacional de US$13,3 bilhões durante o trimestre, um aumento de US$2,2 bilhões em relação ao ano anterior. Estamos confiantes em nosso futuro e continuamos a fazer investimentos significativos em todas as áreas de nossos negócios para enriquecer a vida de nossos clientes e apoiar nossos planos de longo prazo — incluindo nosso compromisso de cinco anos em contribuir com US$350 bilhões para a economia dos Estados Unidos.

Excepcionalmente diante do cenário da pandemia atual, a Apple não está fazendo uma nova projeção de números para o terceiro trimestre fiscal de 2020.

O conselho administrativo da Apple declarou um dividendo em dinheiro de US$0,82 (+6%) por ação comum da companhia, pagável em 14 de maio de 2020 a todos os acionistas registrados ao término dos negócios em 11 de maio próximo. A diretoria também autorizou um aumento de US$50 bilhões ao seu atual programa de recompra de ações.

A partir das 18h (pelo horário de Brasília), a Apple realizará uma conferência em áudio para falar desses números e responder perguntas da imprensa. Posteriormente, faremos uma cobertura completa com os destaques do que rolar por lá aqui no MacMagazine.

Recommended Posts