Apple News+ chega à Austrália e ao Reino Unido com várias publicações locais

Imagem oficial: https://www.apple.com/au/newsroom/2019/09/apple-launches-apple-news-plus-in-australia/

” data-medium-file=”https://zazo.com.br/wp-content/uploads/2019/10/30-apple-news-plus-australia-600×368.jpg” data-large-file=”https://macmagazine.uol.com.br/wp-content/uploads/2019/09/30-apple-news-plus-australia-1260×772.jpg”>

O Apple News+ veio ao mundo em março passado e conquistou muitos adeptos em seus primeiros dias de vida, mas esteve, até hoje, restrito a dois países: Estados Unidos e Canadá. Agora, não mais: finalmente, o “Netflix de periódicos” da Maçã está fazendo sua primeira expansão para além da América do Norte, chegando à Austrália e ao Reino Unido.

Na Austrália, o serviço custa AU$14,99 por mês (cerca de R$42, em valores de hoje) e também conta com vários periódicos do país — entre eles, The Australian, Daily Telegraph, Herald Sun, Courier Mail, The Advertiser, Australian Geographic e as versões locais de Women’s Health, Elle, Vogue e Harper’s Bazaar.

Na Terra da Rainha, o Apple News+ custa £9,99 por mês — ou, em conversão direta por valores de hoje, R$51 mensais. Ele conta com cerca de 150 periódicos, incluindo publicações locais de grande importância, como The Times (e The Sunday Times), Empire, Hello!, Cyclist, Grazia e as versões britânicas de Esquire, Elle e Cosmopolitan.

ao Business Wire. O executivo não mediu palavras ao valorizar os esforços da Apple na área de notícias — e, ao mesmo tempo, desqualificar uma das suas principais concorrentes.

Nós estamos orgulhosos de fazer uma parceria global com uma empresa que acredita verdadeiramente na importância da confiabilidade e no fato de que jornalismo de valor tem seu custo. A Apple tem agido positiva, honrosa e decididamente na mudança da paisagem digital, enquanto outros provedores, como o Google, preferem o hype e a hipocrisia.

São palavras fortes vindas de uma das maiores empresas do mundo na área. Basta saber, agora, quando é que a Apple vai levar toda essa potência para outras localidades — aposto que há bastante interesse para um serviço do tipo aqui no Brasil, por exemplo.

via 9to5Mac

Recommended Posts