Apple pode lançar iPhone com Touch ID na tela e Face ID em 2021

A Apple poderá apostar novamente em um iPhone com Touch ID. O leitor de digitais seria oferecido no modelo a ser apresentado de 2021. Ele também incluiria o Face ID, a solução de reconhecimento facial presente nos atuais celulares da empresa.

A informação é de Ming-Chi Kuo, analista de TF Securities, famoso por adiantar alguns dos planos da Apple. Segundo ele, a companhia usará entre 12 e 18 meses para corrigir problemas técnicos e, então, anunciar o smartphone.

Entre as dificuldades atuais, estão o tamanho do sensor, seu alcance na tela e seu consumo de energia. Kuo acredita que a Apple conseguirá resolvê-las no segundo semestre de 2019 ou, ao mais tardar, no início de 2021.

O modelo com leitor de digitais e reconhecimento facial será lançado para “aumentar a segurança e a conveniência” dos usuários, diz o analista. A Apple deverá usar uma versão do sistema da Qualcomm para reconhecimento de digitais sob a tela.

A empresa também tem registrado patentes para leitores de digitais sob a tela de smartphones. Uma delas foi publicada em dezembro de 2018 e demonstra justamente o Touch ID funcionando como alternativa para o Face ID.

No documento, a Apple afirma que as técnicas de autenticação biométrica são geralmente incômodas. A empresa cita como exemplo o reconhecimento facial em duas dimensões, que faz o usuário a alinhar o rosto da mesma forma no registro e nas autenticações.

A patente ainda abre possibilidade de uma autenticação parecida no Apple Watch. Um trecho diz que os métodos propostos no documento “reduzem o número de digitações desnecessárias, irrelevantes ou repetitivas exigidas em dispositivos computacionais, como smartphones e smartwatches”.

Com informações: MacRumors, 9to5Mac.

Apple pode lançar iPhone com Touch ID na tela e Face ID em 2021

Recommended Posts