Claro tem maior alta em reclamações sobre celular na Anatel

O balanço de reclamações do primeiro semestre de 2020 foi divulgado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Assim como na internet fixa, a Claro registrou as maiores altas em queixas do serviço pós-pago e pré-pago. No entanto, a Nextel e a TIM registram os piores índices de satisfação dos clientes.

Claro teve maior alta em reclamações de celular

Na telefonia celular, a insatisfação foi maior concentrada por usuários do pré-pago: o número de protocolos cresceu 21,59% em relação ao primeiro semestre de 2019. O pós-pago trouxe queda nos registros, com 6,7% a menos na comparação anual.

Qualquer que seja a categoria, a Claro teve as maiores variações. Os protocolos de reclamação de clientes pré-pago subiram 57,11% no ano; enquanto no pós-pago, a alta foi de 12,66%.

Nextel e TIM são as operadoras mais reclamadas

A Anatel registra o Índice de Reclamações (IR), com a proporção de queixas por cada 100 assinantes. Quanto maior o IR, maior o número de protocolos. Com esse indicador, a companhia mais reclamada foi a Nextel, recentemente adquirida pela Claro. Em nível nacional, o pior resultado foi da TIM.

Operadoras mais reclamadas Índice de reclamação (IR) Principais problemas
1º lugar – Nextel 1,18 Bloqueio ou suspensão indevido
Cobrança em desacordo com o contratado
Cobrança indevida de multa por fidelização
2º lugar – TIM 0,81 Bloqueio ou suspensão indevido
Cancelamento indevido ou não solicitado
Cobrança após cancelamento
3º lugar – Claro 0,62 Bloqueio ou suspensão indevido
Cobrança em desacordo com o contratado
Cancelamento indevido ou não solicitado
4º lugar – Oi 0,47 Bloqueio ou suspensão indevido
Cobrança de serviço, produto ou plano não contratado
Cobrança em desacordo com o contratado
5º lugar – Vivo 0,40 Bloqueio ou suspensão indevido
Cobrança em desacordo com o contratado
Cobrança após cancelamento

A plataforma de painéis da Anatel já foi atualizada com os dados do primeiro semestre. A ferramenta permite filtrar as reclamações por região, estado e cidade, o que a torna ideal para entender quais as principais queixas dos serviços.

Claro tem maior alta em reclamações sobre celular na Anatel

Claro/NET vê alta de 98,9% em queixas na Anatel sobre internet fixa

A Anatel registra as insatisfações e os problemas dos consumidores nos serviços de telecomunicações, e divulgou nesta terça-feira (4) o balanço de queixas do primeiro semestre de 2020. A Claro praticamente dobrou o número de protocolos recebidos com queixas sobre o serviço de banda larga NET Virtua. Ainda assim, a TIM Live continua como o maior índice de reclamações.

Reclamações sobre banda larga da Claro quase dobram

A pandemia trouxe um maior nível de exigência pelo serviço de banda larga fixa, e as reclamações confirmam: houve alta de 31,8% na comparação com o primeiro semestre de 2019.

A operadora com a maior variação foi a Claro: a dona do serviço NET Virtua recebeu 131,9 mil reclamações, alta de 98,87% em relação ao mesmo período do ano passado. O indicador quase que dobrou: no 1º semestre de 2019, a operadora recebeu 66,3 mil protocolos.

A TIM Live passou por uma redução de 20,23% na comparação anual. A Vivo teve aumento de 16,82%, enquanto houve queda de 3,82% na Oi. As pequenas prestadoras tiveram uma alta considerável de 92,01% nos protocolos.

TIM Live é a banda larga mais reclamada

Ainda que a alta da Claro seja significativa, a TIM continua como a operadora de banda larga com maior índice de reclamações (IR). A métrica da Anatel indica a quantidade de protocolos para cada 100 usuários; quanto maior o IR, pior a avaliação.

Operadoras mais reclamadas Índice de reclamação (IR) Principais queixas
1º lugar – TIM Live 8,83 Sem conexão de dados
Lentidão ou velocidade reduzida de conexão
Não cumprimento de reparo
2º lugar – Sky 4,16 Lentidão ou velocidade reduzida de conexão
Sem conexão de dados
Cobrança em desacordo com o contratado
3º lugar – Claro/NET Virtua 2,81 Lentidão ou velocidade reduzida de conexão
Cobrança em desacordo com o contratado
Cobrança com valor incorreto
4º lugar – Oi 2,47 Lentidão ou velocidade reduzida de conexão
Sem conexão de dados
Persistência do problema após reparo
5º lugar – Vivo 2,35 Lentidão ou velocidade reduzida de conexão
Cobrança em desacordo com o contratado
Sem conexão de dados

O painel público da Anatel já conta com os dados do 1º semestre. A plataforma permite descobrir qual a operadora mais reclamada por região, bem como o IR e as principais queixas de cada prestadora.

Claro/NET vê alta de 98,9% em queixas na Anatel sobre internet fixa

Google lança Nearby Share, o AirDrop para celulares Android

O Google oficializou seu método de compartilhamento rápido de arquivos entre dispositivos Android. Batizado de Nearby Share, ele é equivalente ao AirDrop, da Apple. O recurso, lançado nesta terça-feira (4), começará a ser liberado para modelos do Pixel e da Samsung, e nas próximas semanas chegará a outros celulares a partir do Android 6.0 Marshmallow.

Com o Nearby Share, é possível transferir fotos, vídeos e outros tipos de arquivos, além de links para sites, com mais rapidez do que por apps de mensagens, por exemplo. O Google explica que, ao abrir o arquivo, basta selecionar a opção de compartilhar e tocar na opção Nearby. Em seguida, o celular busca aparelhos que estão próximos e permite escolher para qual deles a transferência será feita.

O destinatário é notificado e só precisa autorizar a conexão entre os celulares. “O Nearby Share escolhe automaticamente o melhor protocolo para o compartilhamento rápido e fácil usando Bluetooth, Bluetooth Low Energy, WebRTC ou Wi-Fi ponto a ponto [conhecido como Wi-Fi Direto] — permitindo que você compartilhe mesmo quando estiver totalmente offline”, indicou a empresa, ao anunciar a novidade do Android.

Além de agilizar a transferência de arquivos e oferecer uma padronização no Android, o novo método é criptografado, o que, segundo a empresa, garante que informações de contato não sejam compartilhadas para a outra pessoa. O recurso conta ainda com configurações de privacidade para tornar o dispositivo visível para todos os contatos, apenas alguns deles ou ninguém.

Nos próximos meses, o Nearby Share conseguirá transferir arquivos entre celulares Android e Chromebooks. Em seu comunicado sobre o recurso, o Google não informou se e quando ele ficará disponível para outros sistemas operacionais. No entanto, ele possivelmente será compatível com Windows, Mac e Linux, que fariam transferências pelo Chrome.

Google lança Nearby Share, o AirDrop para celulares Android

Apple explica por que MacBooks pausam recarga de bateria

A Apple publicou uma página de suporte onde explica o motivo que faz alguns MacBooks exibirem uma mensagem dizendo que a bateria “Não está carregando”, mesmo quando o portátil está plugado na tomada. A nota é clara e diz basicamente que é assim que o Saúde da Bateria funciona.

Desde o final de maio deste ano, quando o macOS Catalina 10.15.5 foi lançado, a Apple passou a ser mais cuidadosa com a saúde da bateria de seus computadores portáteis, ao menos para os que utilizam o carregamento a partir de uma porta Thunderbolt 3. Nesta versão utiliza um recurso chamado Saúde da Bateria e que controla o andamento da recarga do dispositivo.

Este controle pode fazer com que um MacBook conectado na tomada exiba uma mensagem onde diz que o computador recebe a energia pelo cabo, mas não aumenta a carga da bateria. Pior: ele pode até mesmo perder alguma porcentagem da carga que fica visível ao usuário, na barra de status do sistema operacional.

“Quando o gerenciamento de saúde da bateria está ligado, você pode ver ocasionalmente “Não está carregando” no status da bateria no menu de seu Mac, e o nível máximo de bateria pode diminuir temporariamente. Isso é normal e é assim que o Saúde da Bateria otimiza sua recarga. Seu Mac continuará a recarga até 100%, dependendo do seu uso”, diz a nota.

A página também explica que a mensagem também pode indicar que a fonte não supre a quantidade necessária de energia para que o sistema continue ligado, enquanto a bateria dos MacBooks é recarregada. Para saber se este é seu caso, basta desativar o Saúde da Bateria ao clicar no ícone dela, depois em “Abrir as Preferências do Economizador de Energia” e então clicar em Saúde da Bateria. Lá basta desativar a única opção disponível, que é a “Gerenciamento da saúde da bateria”.

Com informações: MacRumors.

Apple explica por que MacBooks pausam recarga de bateria

Golpe do entregador causou R$ 600 mil em prejuízo, diz Procon-SP

A Fundação Procon-SP registrou 125 denúncias sobre o golpe do delivery: o entregador diz que precisa cobrar uma taxa extra em uma maquininha com o visor quebrado, mas acaba roubando uma quantia enorme do cliente. Segundo a instituição, isso causou um prejuízo de quase R$ 600 mil em valores debitados de forma indevida. iFood e Rappi apontam como o usuário deve proceder.

“Ao receber comida pelo app de delivery, o entregador dá ao consumidor uma máquina com o visor danificado – em que os dados não aparecem – lança um valor bem superior ao correto”, explica o Procon-SP em comunicado.

Há um golpe semelhante no qual o cliente recebe uma ligação do restaurante dizendo que é necessário pagar uma suposta taxa de entrega, e por isso precisa dos dados do cartão de crédito. Com isso, é possível fazer compras indevidas.

iFood e Rappi foram notificados pelo Procon-SP em abril para prestar esclarecimentos. As duas empresas dizem que não são responsáveis por eventuais prejuízos desse tipo de golpe, já que os entregadores são profissionais independentes sem vínculo jurídico-trabalhista.

iFood e Rappi pedem que clientes façam denúncia

“Ao receber relatos de fraudes e confirmar qualquer conduta irregular, a empresa desativa imediatamente os cadastros e reforça que está à disposição das autoridades”, explica o iFood à Agência Brasil.

“Essa prática fraudulenta afeta tanto os consumidores quanto o iFood, que, em apoio aos clientes, tem atuado para auxiliá-los e, após análise, ressarci-los mesmo diante de uma fraude aplicada em aparelhos de pagamento que não pertencem à empresa”, afirma o comunicado.

Em caso de pagamento online, o iFood pede que o cliente se recuse a realizar qualquer tipo de transação com o entregador, pois nunca é exigido outro pagamento de forma presencial. Além disso, é necessário acionar a empresa através do chat para informar sobre a atividade suspeita.

Por sua vez, a Rappi lembra que não trabalha com máquinas de cartão, somente pagamento online; e que não há nenhuma cobrança de taxa extra. Ela pede que os usuários deem gorjeta por meio do aplicativo para maior segurança; e “recomenda que, caso lesados, façam boletim de ocorrência e registrem pedido de cancelamento na operadora de cartão de crédito”.

Com informações: Procon-SP, Agência Brasil.

Golpe do entregador causou R$ 600 mil em prejuízo, diz Procon-SP

Apple troca chefe global de marketing e Phil Schiller vira consultor

Phil Schiller vem comandando o marketing da Apple há mais de 30 anos, mas vai mudar de cargo: ele se tornará um Apple Fellow, um consultor que continuará marcando presença nos eventos da empresa. Daqui em diante, Greg “Joz” Joswiak assume a posição de vice-presidente sênior de marketing global, respondendo diretamente ao CEO Tim Cook.

Phil Schiller em 2015

“Os muitos anos de liderança de Joz na organização de Marketing de Produto o tornam perfeitamente adequado para essa nova função e garantirão uma transição perfeita neste momento em que a equipe está envolvida em um trabalho tão importante e emocionante”, afirma Cook em comunicado.

Joswiak está na Apple há mais de 20 anos e supervisionou o marketing de produtos como o primeiro iPod e o iPhone. Nos últimos quatro anos, ele ocupava o cargo de vice-presidente global de marketing de produto, subordinado a Schiller.

Schiller vai cuidar da App Store e de eventos da Apple

“Foi um sonho realizado para mim trabalhar na Apple, em tantos produtos que adoro, com todos esses grandes amigos – Steve [Jobs], Tim [Cook] e muito mais”, diz Schiller em comunicado. “Comecei na Apple aos 27 anos, este ano completei 60 anos e está na hora de algumas mudanças planejadas na minha vida.”

Basicamente, esta transição deve abrir caminho para a aposentadoria de Schiller. “Continuarei trabalhando aqui [na Apple] enquanto eles quiserem, eu sangro em seis cores”, uma referência ao antigo logotipo colorido da Apple. “No entanto, quero reservar um tempo nos próximos anos para minha família, amigos e alguns projetos pessoais.”

Schiller continuará a comandar eventos da Apple (como a WWDC) e a App Store. Vale notar que a loja de aplicativos vem passando por escrutínio: Cook teve que se defender de acusações de monopólio em uma audiência da Câmara dos Representantes dos EUA. A empresa também é investigada na União Europeia por cobrar uma taxa de 30% sobre concorrentes do Apple Music e Apple Books.

Nos últimos meses, a Apple vem modificando seu quadro de altos executivos. A maior mudança, é claro, foi a saída de Jony Ive como chefe de design. Além disso, Angela Ahrendts deixou o cargo de diretora de varejo em 2019.

Apple troca chefe global de marketing e Phil Schiller vira consultor

Widget do Apple TV, YouTube em 4K no Safari e mais novidades das quartas versões beta do iOS 14 e do macOS Big Sur

Nova versão beta significa… novidades nos sistemas operacionais da Apple! 😀

Como falamos, a empresa liberou hoje as quartas versões beta do iOS 14, do iPadOS 14, do macOS Big Sur, do watchOS 7 e do tvOS 14. E, ainda que o ritmo de novidades vá caindo à medida que novas versões chegam, ainda temos coisas interessantes para mostrar.

iOS/iPadOS 14

Widget do Apple TV

O widget do Apple TV estreou nesta quarta versão beta do iOS/iPadOS, conforme podemos ver abaixo:

O iOS 14 beta 4 vem com o widget do [Apple] TV — o último que faltava, originalmente exibido na WWDC.

Busca

De acordo com Viticci, a busca está agora corrigida/melhorada. Ao pesquisar por conteúdo de um aplicativo ou fizer alguma pergunta, o sistema retorna os melhores resultados como sugestões na web.

No mais, é possível expandir tudo para ver mais resultados.

3D Touch

O 3D Touch voltou a funcionar em iPhones ainda dotados do recurso — ele estava inativo na beta 3 do iOS 14.

Notificações de Exposição

Como falamos, a API1 Notificações de Exposição (Exposure Notification) foi implementada na versão beta do iOS/iPadOS 14.

Agora, caso você esteja num país que utiliza a tecnologia— o Brasil está! —, poderá ajudar a enfrentar a pandemia do novo Coronavírus (COVID-19).

Bloqueio de Operadora

Visando oferecer mais segurança e transparência, o iOS 14 traz (desde a versão beta 3) uma informação referente ao bloqueio de operadora.

Field Test Mode

Field Test Mode no iOS 14

Também na beta 3, a Apple promoveu mudanças no design do Field Test Mode, um recurso oculto que ajuda usuários a visualizar informações de conectividade do aparelho.

macOS Big Sur

YouTube em resolução 4K no Safari

Se você, como eu, utiliza o Safari no Mac, aqui vai uma ótima notícia: finalmente será possível assistir a vídeos no YouTube em resolução 4K pelo navegador da Apple.

WOOHOO! Safari e Webkit. Novos recursos no macOS Big Sur 11 beta 4: suporte a reprodução de vídeos 4K HDR no YouTube. (64824895) developer.apple.com/documentation/…

Desde 2017, quando o Google passou a usar o codec VP9 e abandonou o H.264, usuários do Safari estão limitados a vídeos em até 1080p. Pois agora o Safari passará a oferecer suporte também a esse padrão, resolvendo a pendenga de uma vez por todas. 🙏🏼

Vale notar que o Safari no macOS Big Sur também reproduzirá vídeos da Netflix em 4K, HDR e Dolby Vision.

Instalador

📷 Everaldo Coelho

O instalador ganhou um ícone, deixando tudo um pouco mais harmonioso.

Ícone da Siri

Na beta 3 do macOS Big Sur, a Apple padronizou o visual da Siri de uma vez por todas:

AirPods Pro

Ao configurar os AirPods Pro pela primeira vez, você agora pode pular o tutorial — bem útil para quem já conhece como tudo funciona.

AirPods Pro no macOS Big Sur
📷 Evandro Sousa

Já no macOS, você agora troca os modos dos fones (“Cancelamento Ativo de Ruído”, “Transparência” ou “Desligado”) no menu “Bluetooth” em vez de “Som”.

·   •   ·

Você descobriu ou conhece alguma novidade que não comentamos a respeito dos novos sistemas? Então nos avise nos comentários! 😊

via MacRumors [1, 2], 9to5Mac