Bill Gates deixa conselho da Microsoft para se dedicar a fundação

O cofundador da Microsft, Bill Gates, não faz mais parte do conselho administrativo da empresa. Em comunicado divulgado nesta sexta-feira (13), a empresa afirma que o executivo tomou a decisão para dedicar mais tempo às suas prioridades filantrópicas.

Por meio da Fundação Bill & Melinda Gates, ele lidera financia iniciativas nas áreas de saúde, educação e combate às mudanças climáticas. O projeto mais recente, criado com outras organizações, foi revelado na terça-feira (10): um fundo de US$ 125 milhões para criar medicamentos contra o Covid-19.

Gates ocupou o cargo de CEO da Microsoft até janeiro de 2000, quando foi sucedido por Steve Ballmer, e seguiu como presidente do conselho administrativo da empresa até 2014, quando também aumentou o foco em sua fundação. Desde então, a posição é ocupada por John W. Thompson.

Mesmo com sua saída do conselho administrativo, Bill Gates deverá continuar próximo da empresa. Ele se manterá como um consultor de tecnologia, o que tem feito desde 2014, para executivos da empresa como o prórpio Satya Nadella.

No comunicado, o atual CEO da Microsoft destacou a liderança e a visão de Bill Gates. Para Nadella, a empresa continuará aproveitando “a paixão e os conselhos técnicos” que ele oferece para melhorar seus produtos e serviços:

Bill fundou nossa empresa com uma crença na força democratizante do software e uma paixão em resolver os desafios mais prementes da sociedade. E a Microsoft e o mundo são melhores por isso.

Segundo a Reuters, o cofundador da Microsoft também deixou o conselho administrativo do Berkshire Hathaway, o conglomerado de Warren Buffett. Ele integrava o grupo desde 2004.

Com informações: The Verge.

Bill Gates deixa conselho da Microsoft para se dedicar a fundação

Recommended Posts