Carros da Ford vão usar tecnologia da Intel para recursos de assistência

A Ford anunciou nesta segunda-feira (20) que vai expandir a parceria que tem com a Intel para a melhoria de sistemas de reconhecimento de ambiente. O desenvolvimento de soluções é feito pela Mobileye, que promete melhorar sistemas que são capazes de evitar colisões nos veículos da montadora americana.

Ford Mustang Mach-E – parte interna

A Mobileye é, desde 2017, uma empresa da Intel que trabalha no ramo de assistência para veículos e é exatamente neste ponto que a Ford quer evoluir. A ideia (ainda) não é de entrar de cabeça nos carros que dirigem sozinhos, mas de melhorar recursos que já estão implementados em alguns modelos e que fazem parte do pacote Co-Pilot360.

Nele o carro consegue emitir alertas quando algum carro está em um ponto cego do veículo, reconhece e mantém a direção na faixa pintada na via, utiliza sensores para evitar colisão frontal com pedestres ou outros carros, reconhece placas de limite de velocidade e sinais de parada que tornam piloto automático adaptado para cada região, além de frear o carro quando detecta algum objeto enquanto o carro está dando ré, além de melhorar o Park Assist, que faz a baliza para o motorista.

Todas estas funções utilizam câmeras ligadas em um sistema que a própria Mobileye desenvolveu e que a Ford utiliza, que também estão em mais de 60 milhões de carros. Guiando para carros que de certa forma conseguem andar sozinhos, a tecnologia aprimorada da empresa estará presente em dois carros da Ford: o SUV elétrico Mustang Mach-E (sim, o muscle clássico agora também é um SUV) e a nova F-150.

E se você nunca ouviu falar da Intel neste mundo de transporte, vale lembrar que ela comprou a Moovit recentemente pela bagatela de US$ 900 milhões.

Com informações: Ford.

Carros da Ford vão usar tecnologia da Intel para recursos de assistência

Recommended Posts