CEO da Huawei diz que câmeras de 100 MP não são tão boas

Enquanto muitas empresas passam a apostar em smartphones com quatro lentes e sensores de 100 megapixels (ou mais), a Huawei parece pisar no freio. Recentemente, o CEO da empresa, Yu Chengdong, escreveu no Weibo que as câmeras de 100 MP não são lá tão boas.

Chengdong defende que um sensor com resolução menor consegue entregar um resultado melhor. “Mesmo que 100 MP combinem vários pixels pequenos para sintetizar pixels grandes, ainda há falhas”, escreveu. O executivo ressalta que os sensores CMOS são mais eficientes que aqueles com mais de 100 MP.

Evidentemente que números altos como vemos em muitos lançamentos chamam a atenção do consumidor, que pode acabar entendendo que tal aparelho possui a “melhor câmera” por causa da quantidade de megapixels. Mas não é bem assim.

“O efeito de tirar fotos não está simplesmente relacionado ao número de pixels”, pondera o CEO da Huawei. “Este é um projeto sistemático, incluindo o resultado da sinergia do número de pixels, tamanho do pixel, processador original, algoritmo de software e recursos de chip”. Em outras palavras, Chengdong quer deixar claro que não são os megapixels que dizem se a câmera é boa ou não.

Huawei P40 Pro+

Muitas marcas já trabalham com sensores de 108 MP: é o caso da Motorola com o Edge+, assim como o Samsung Galaxy S20 Ultra e outros smartphones da Xiaomi.

Analisando o ranking do DxOMark, o Huawei P40 Pro, que lidera a lista com a melhor câmera, tem sensor principal 50 MP. Outros smartphones em boas posições contam com sensores de 48 MP e 50 MP. No top 5 do ranking, apenas o Xiaomi Mi 10 tem 108 MP. Ainda não está claro se a chinesa irá de fato deixar de acompanhar a tendência de mais de 100 MP.

Com informações: Gizchina.

CEO da Huawei diz que câmeras de 100 MP não são tão boas

Recommended Posts