CEO da Xiaomi é pego usando iPhone e fãs da marca se revoltam

Diversas celebridades já foram “pegas na flagra” ao promover algum smartphone Android no Twitter enquanto, na verdade, usavam um iPhone. Como é possível afirmar algo assim? Bem, alguns aplicativos criados para a rede social mostram o aparelho utilizado para publicar o tweet. Resumindo: é como se você fosse garoto propaganda da Pespi mas, em casa, sua geladeira estivesse lotada de Coca-Cola. 😛

Nesta semana, quem se colocou numa situação similar foi Lei Jun, CEO da chinesa Xiaomi. Em uma publicação na rede social chinesa Weibo, o executivo deu dicas de livros para seus seguidores. Até aí, nada demais, já que a publicação partiu de um aparelho Mi 10 Pro.

Um dos seguidores de Jun comentou algo em cima dessa publicação, e ele então respondeu. Seria apenas uma conversa corriqueira pela internet, não fosse o aviso de que essa resposta de Jun teria saído de um iPhone.

Depois da gafe, é claro, a publicação foi apagada. Mas se você navega pela internet há algum tempo e consome conteúdo de tecnologia, deve saber que, se tem uma coisa que os fãs da Xiaomi fazem, é defender a marca com unhas e dentes. Assim, nem mesmo o CEO da empresa escapou da fúria de algumas dessas pessoas — afinal, Jun é um dos principais rostos/porta-vozes da Xiaomi.

Jiutang (também executivo da fabricante) resolveu defender o CEO e disse que essa prática é bastante comum, afirmando que utilizar produtos de concorrentes (Apple, Samsung, etc.) é algo normal. Na verdade, ele foi além dizendo que, se alguma empresa não utiliza produtos de concorrentes, ela é “incompetente, hipócrita ou desconectada da realidade”.

Eu entendo perfeitamente esse raciocínio e não tenho dúvidas de que, nos laboratórios de Cupertino, existem aparelhos de diversas concorrentes da Apple sendo estudados de alguma forma. Daí a vermos Tim Cook usando um aparelho da Xiaomi ou da Samsung… imagine como consumidores e a mídia, no geral, reagiriam. 🤔

via Tecnoblog

Recommended Posts