Facebook remove páginas de eventos que violem quarentena

O Facebook começou a remover postagens na rede social que promovem protestos para pedir o fim do isolamento social. A ação está acontecendo nos Estados Unidos e a empresa de Mark Zuckerberg está atuando com consultoria de governadores de três estados americanos, para tentar diminuir a disseminação de desinformação sobre a quarentena.

A rede social garante que não está tomando uma decisão interna apenas baseada em seus princípios. Em comunicado para a imprensa americana, o Facebook disse atuar apenas em estados onde os governadores já instituíram o isolamento social ou a quarentena obrigatórios.

A remoção das postagens está focada na aba de eventos e vem acontecendo na Califórnia, Nova Jersey e Nebraska, com possível atuação também em Nova York, Wisconsin, Ohio e Pensilvânia. Grupos que discutem o mesmo assunto ainda estão no Facebook e sem qualquer alteração em qualquer postagem.

Em janeiro deste ano o Facebook, junto do Instagram, disse que removeria informações falsas sobre o surto de coronavírus, que causa a COVID-19. A caça utiliza uma rede de checagem de fatos, que adiciona dados verdadeiros em postagens identificadas como fake news.

Recentemente a rede social também passou a alertar quem interage com este tipo de conteúdo, seja por curtidas ou comentários. Neste caso o usuário recebe um alerta no começo da timeline, que explica, com base em informações da Organização Mundial da Saúde, o motivo do aviso.

O Tecnoblog entrou em contato com o Facebook no Brasil para saber se a remoção de eventos também acontece no Brasil. Esse post será atualizado assim que a resposta for recebida.

Com informações: CNN.

Facebook remove páginas de eventos que violem quarentena

Recommended Posts