O universo expandido de Stranger Things [livro e jogos]

Stranger Things virou um fenômeno logo assim que estreou na Netflix. A primeira temporada, que chegou em meados de 2016, contava a história do desaparecimento do pequeno Will, em Hawkins (Indiana), na década de 80. Foi então que conhecemos Lucas, Mike, Dustin, Will e Eleven (ou Onze, como você preferir). Ao longo de duas temporadas, encontramos o Will, descobrimos o passado da jovem heroína, fugimos de monstros aterrorizantes e laboratórios de experiências com humanos, onde tudo começa.

A terceira temporada chegou quebrando todos os recordes. De acordo com a Netflix, Stranger Things 3 registrou 40,7 milhões de contas assistindo aos seus episódios em apenas quatro dias, mais do que qualquer outro título no mesmo período. E um total de 18,2 milhões de contas terminaram a temporada dentro dessa mesma janela tempo. 

A terceira fase, que estreou dia 4 de julho na Netflix (veja todos os lançamentos do mês), não veio sozinha. Pela primeira vez, uma série da Netflix ganhou um livro.

Raízes do Mal

Raízes do Mal é o primeiro livro do universo expandido de Stranger Things. A edição em português chegou às livrarias do país em maio pela editora Intrínseca e aborda o passado sombrio da mãe da Eleven, a estranha garota com poderes telecinéticos. 

A obra foi escrita por Gwenda Bond, uma autora que trabalhou de perto com Paul Dichter, roteirista da série. É verdade que, antes disso, Stranger Things ganhou uma versão HQ chamada Stranger Things: SIX. O quadrinho da Dark Horse foi escrito por Jody Houser e ilustrado por Edgar Salazar. Trata-se da história de Francine (ou Six), uma jovem poderosa que cai nas mãos de Dr. Brenner, num prelúdio da primeira fase.

Recommended Posts