Parlamento Europeu ignora Apple e exige conector único até julho de 2020

A Apple vem reclamando, mas tudo indica que não será ouvida: em clima de impaciência, o Parlamentou Europeu determinou, nesta quinta-feira (30), que a Comissão Europeia apresente até o meio do ano regras para indústria adotar um padrão único de conector para carregadores de celulares e afins.

USB-C no LG G8S

Houve pouca resistência ao assunto. A resolução foi aprovada pela imensa maioria dos parlamentares: 582 votaram a favor, 40 se posicionaram contra a ideia e 37 se abstiveram. Isso significa que, muito provavelmente, smartphones, tablets e outros dispositivos comercializados na Europa finalmente serão equipados com um padrão único de conector.

Finalmente porque o assunto vem sendo discutido na região há mais de dez anos. Agora, o parlamento entende que a padronização não deve mais ser adiada por ser considerada urgente: o objetivo é diminuir o problema do lixo eletrônico.

No entendimento da União Europeia, a padronização deve facilitar a interoperabilidade entre dispositivos de diferentes marcas. Você poderá, por exemplo, aproveitar o carregador de um celular antigo caso perca o atual (coisa que muita gente já faz). Esse ciclo de reaproveitamento deve amenizar o descarte desse tipo de componente.

Para a indústria, a padronização não deve gerar grandes transtornos. Praticamente todos os fabricantes de dispositivos móveis já vêm adotando o USB-C, ainda que a conexão micro-USB continue comum no mercado.

A exceção é a Apple. A padronização forçará a companhia a abandonar a porta Lightning que equipa iPhones e iPads há alguns anos — até os fones Beats Solo Pro já contam com esse tipo de conexão.

Beats Solo Pro tem porta Lightning

É por isso que a Apple tem criticado o padrão único. Recentemente, a empresa declarou que a adoção da proposta limitará a inovação no setor e trará custos para o consumidor. “Mais de um bilhão de dispositivos Apple já foram produzidos com conector Lightning, além de um ecossistema inteiro de fabricantes de acessórios que usam o conector”, alega a companhia.

Pelo jeito, a argumentação não convenceu o Parlamento Europeu. Com a decisão de hoje, a Comissão Europeia tem até julho para apresentar regras específicas para o conector único de carregadores.

Com informações: TechCrunch.

Parlamento Europeu ignora Apple e exige conector único até julho de 2020

Recommended Posts