Processadores AMD Epyc de segunda geração têm 7 nm e até 64 núcleos

A

Com codinome Rome, os novos chips AMD Epyc chegam dois anos após o lançamento da primeira geração. Eles são baseados na arquitetura Zen 2, cuja principal característica é o processo de fabricação de 7 nanômetros.

Graças à ela, os novos processadores conseguem lidar com até 23% mais instruções por ciclo de clock (IPC, na sigla em inglês) nas cargas de trabalho e oferecem até quatro vezes mais desempenho em operações de ponto flutuante na comparação com os chips Epyc da primeira arquitetura Zen.

O número de chips Epyc de segunda geração é amplo: são 19 modelos, com os totais de núcleos deles indo de oito a 64. A quantidade de memória cache L3 também chama atenção: de 32 MB a 256 MB. Já o TDP varia entre 120 W e 225 W.

Todos os novos processadores Epyc trazem suporte ao PCI Express 4.0 (até 128 vias de transmissão) e a até 4 TB de memória DDR4 com frequência de 3.200 MHz e oito canais.

Recommended Posts