Rumor: novo protótipo do AirPower usa chip A11 para gerenciar energia e evitar superaquecimento

O leaker Jon Prosser voltou a soltar algumas informações relevantes sobre produtos da Apple que ainda não foram lançados. A bola da vez: AirPower.

Na verdade, essa não é a primeira vez que Prosser fala sobre o produto. Ele já havia comentado que o “AirPower não está morto” e que o projeto está ainda de pé internamente, com protótipos em testes. Agora, deu mais detalhes sobre o assunto.

Segundo ele, enquanto trabalham de casa, os engenheiros da equipe de “compartilhamento e proximidade” da Apple estão recebendo protótipos de codinome C68. O foco do trabalho seria na comunicação de software entre dispositivos para um “produto futuro” que tenha um chip A11 para “gerenciar dinamicamente o calor”.

Isso porque o Apple Watch usa um método de carregamento proprietário aprimorado, que requer mais energia para recarregar. Ainda segundo Prosser, nos protótipos anteriores, se você colocasse um Apple Watch no AirPower ao lado de outros dispositivos, o acessório inteiro superaqueceria e, na maioria dos casos, queimava!

De acordo com o leaker, usando o chip A11, esse novo protótipo tem a capacidade de direcionar a energia para regiões específicas da bobina, e pode esperar dinamicamente que a temperatura caia antes de aplicar mais energia, impedindo assim que tudo superaqueça.

Sim, meus amigos. Estamos falando de um “simples” carregador sem fio com um chip A11, que equipa os iPhones 8, 8 Plus e X. Para temos uma ideia, o HomePod usa um chip A8, enquanto a Apple TV 4K é equipada com o chip A10X. 😱

Veremos se esse projeto finalmente ganhará a luz do dia ainda em 2020…

Recommended Posts