Samsung troca chefe da divisão de celulares em disputa com Huawei e Xiaomi

O executivo na foto abaixo é Roh Tae-moon, o mais novo chefe de dispositivos móveis da Samsung: ele assume o cargo que DJ Koh ocupava desde 2015, com o objetivo de lançar celulares 5G e disputar espaço com fabricantes chinesas, como Xiaomi, Huawei, Oppo e Vivo. Ele trabalha na empresa coreana há duas décadas e ajudou na criação da linha Galaxy de smartphones e tablets.

Com 51 anos, Roh Tae-moon é o executivo mais jovem a assumir um cargo de presidente dentro da Samsung. Ele vai responder a DJ Koh, que seguirá como co-CEO da divisão IM (TI e comunicações móveis) responsável por celulares e equipamentos de rede.

Segundo a Reuters, Roh é conhecido por defender a terceirização de mais celulares da Samsung para reduzir custos e competir melhor com fabricantes chinesas. Além disso, ele expandiu a criação de designs originais para smartphones intermediários e de entrada: ou seja, os modelos mais baratos passaram a ter novidades antes da linha high-end, algo que ajudou nas vendas.

Samsung quer liderança em celulares e equipamentos 5G

Todo ano, a Samsung troca alguns executivos de cargo, geralmente em resposta ao desempenho de cada divisão da empresa. Ela prevê uma queda de 53% no lucro consolidado de 2019, especialmente devido à queda na demanda por chips de memória; por sua vez, a venda de celulares superou as expectativas.

Então por que a Samsung mudaria o presidente de dispositivos móveis? Isso pode estar relacionado ao fiasco do Galaxy Fold no ano passado: DJ Koh admitiu ter apresentado o smartphone dobrável antes da hora, dizendo que foi algo “constrangedor”. O executivo também comandava a divisão móvel na época do inflamável Galaxy Note 7.

A Samsung quer assumir a liderança na venda de celulares 5G e no mercado de smartphones dobráveis. A empresa também precisa disputar espaço com a Huawei na venda de equipamentos de rede 5G, e por isso promoveu Cheun Kyung-whoon ao cargo de presidente; ele participou da primeira comercialização mundial de serviços 5G na Coreia do Sul.

Com informações: Reuters, Bloomberg.

Samsung troca chefe da divisão de celulares em disputa com Huawei e Xiaomi

Recommended Posts