Startup chinesa é acusada de copiar carros e site da Tesla

A montadora chinesa Xpeng está novamente sendo acusada de copiar a Tesla. A empresa, que tem um funcionário processado por um suposto roubo de propriedade intelectual do Autopilot, sistema de direção autônomo de modelos como o Model S, conta com um site que lembra muito — para dizer o mínimo — o da empresa de Elon Musk.

Os sites das duas empresas apresentam um carro posicionado no centro da foto com o nome de cada modelo logo acima. As imagens também destacam o céu, onde aparecem o logo e a barra de navegação, ambos na cor branca. Na parte inferior, estão os destaques sobre especificações dos veículos e botões arredondados.

A principal diferença entre os sites está na data em que foram publicados. Enquanto a Tesla mantém o design atual ao menos desde 2018, o visual do site da Xpeng foi atualizado há menos de um ano. Uma versão antiga, disponível no Wayback Machine, indica que a página tinha um visual bem diferente em abril de 2019.

Site do Tesla Model S

No mesmo mês, a Tesla iniciou um processo contra Guangzhi Cao, um engenheiro que deixou sua equipe e passou a trabalhar para a Xpeng. A ação, ainda em andamento, envolve a propriedade intelectual do Autopilot, sistema de direção autônomo da empresa americana. Segundo a montadora de Elon Musk, Cao teria roubado parte de seu código-fonte e vendido para a Xpeng criar o chamado Xpilot.

O acusado admite ter baixado partes do código, mas afirma que apagou as informações antes de ser contratado pela Xpeng. A Tesla exige provas de que a companhia chinesa não está usando o código do Autopilot em seus carros, mas ainda não há uma decisão judicial. A ver qual será o resultado dessa disputa.

Com informações: Electrek, The Next Web.

Startup chinesa é acusada de copiar carros e site da Tesla

Recommended Posts