Steam volta a vender jogos da EA e terá assinatura EA Access para PC

A Electronic Arts vai vender seus jogos através do Steam novamente: Star Wars Jedi: Fallen Order já aparece em pré-venda, e títulos futuros como Apex Legends e FIFA 20 também estarão disponíveis. Além disso, ela vai oferecer o serviço de assinatura EA Access através da plataforma da Valve. Este ainda não é o fim da Origin, no entanto.

Para comprar ou acessar os jogos da EA no Steam, será necessário ter uma conta da EA, explica o vice-presidente sênior Mike Blank ao Engadget. Você também precisará usar a Origin durante o processo de configuração, e só poderá iniciar os títulos diretamente do Steam após vincular sua conta EA.

Dessa forma, será possível integrar suas listas de amigos da Origin e do Steam, para jogar em multiplayer independentemente de onde você tiver adquirido o jogo no PC.

Se você comprou jogos através da Origin, não será possível acessá-los diretamente do Steam — é possível criar um atalho na plataforma da Valve, mas ele vai abrir a loja da EA para rodar os games. Isso pode mudar no futuro, diz Blank, à medida que “a relação com o Steam e a Valve evolui”.

EA Access terá menos jogos que Origin Access no PC

Há também uma diferença entre o EA Access que chegará ao Steam em 2020 e o serviço de assinatura Origin Access. “Eu anteciparia que o catálogo de jogos será mais parecido com o que você vê no EA Access para Xbox ou PlayStation”, afirma Blank ao The Verge.

O EA Access para PC custará o mesmo que a versão para consoles; no Brasil, são R$ 19,90 por mês ou R$ 109,90 por ano. Ainda não sabemos os jogos que estarão no catálogo. O serviço oferece cerca de 80 títulos no Xbox One e 40 no PS4, enquanto o Origin Access tem quase 200 jogos para PC.

A EA não colocava jogos novos no Steam desde 2011, época de lançamento de Battlefield 3. Ela diz que reverteu essa decisão para facilitar o acesso a seus lançamentos: “queremos estar onde os jogadores estão, queremos tornar o mais fácil possível que as pessoas joguem nossos games, onde e quando quiserem”, afirma Blank.

Imagino que a EA fez as contas e viu que pode ganhar mais dinheiro dessa forma, já que o Steam tem muito mais usuários que a Origin. Além disso, a Valve passou a cobrar taxas menores para jogos de sucesso: são 30% até US$ 10 milhões, 25% entre US$ 10 milhões e US$ 50 milhões, e 20% acima disso.

Com informações: Engadget, The Verge.

Steam volta a vender jogos da EA e terá assinatura EA Access para PC

Recommended Posts