Com a CarKey, Apple quer transformar iPhone na chave do seu carro

Já tínhamos citado aqui, no início dos testes do iOS 13.4, a existência de uma nova API1, chamada CarKey. À época, entretanto, não havia muitas informações sobre o seu funcionamento — sabíamos apenas que se tratava de algum recurso relacionado a chaves/carros. Agora, o mistério acabou.

Na versão beta mais recente do iOS 13.4, surgiram mais informações sobre a ferramenta. Trata-se de um recurso que permitirá aos usuários de iPhones o compartilhamento de “chaves digitais” dos seus respectivos veículos. Em outras palavras, caso você tenha um carro compatível com desbloqueio via NFC2, poderá enviar chaves a seus contatos para que eles tenham acesso (temporário ou permanente) ao seu veículo e deem a partida.

As chaves digitais poderão ser enviadas pelo iMessage (somente em conversas individuais, nunca em grupo), e ficarão “guardadas” no aplicativo Wallet. Os usuários que as receberem poderão simplesmente aproximar o iPhone ou o Apple Watch da maçaneta do carro para destravá-lo e obter acesso; ao enviar a “chave digital” pelo iMessage, usuários receberão uma explicação sobre o funcionamento do recurso.

Vale notar que o CarKey só funcionará com autenticação via Touch ID ou Face ID, para garantir que quem esteja acessando seu carro seja realmente a pessoa para a qual você enviou o convite. Segundo o MacRumors, a Apple fará parcerias com montadoras para implementar o recurso — ou seja, não se trata de uma ferramenta que será utilizável por todos já com o lançamento do iOS 13.4.

Vamos aguardar, agora, para ver um anúncio oficial da Apple sobre o recurso. Será que podemos esperar algum comentário sobre o CarKey no suposto evento de março próximo? Veremos.

Novo Mac Pro começa a ser vendido no Brasil; preços começam em R$56.000 e vão até R$439.200

A nova workstation profissional da Apple — apresentada na WWDC19 — começou a ser vendida nos Estados Unidos em dezembro passado. Na verdade, a sua versão torre; a rack chegou um pouco mais tarde, em meados de janeiro. Aqui em terras brasileiras, a Anatel homologou as máquinas há alguns dias [torre; rack].

Aparentemente estava tudo pronto mesmo para o início das vendas por aqui, afinal, os dois modelos do novo Mac Pro estão agora disponíveis para compra no Brasil.

Novo Mac Pro por dentro

Como já comentamos, o modelo torre do Mac Pro custa a partir de R$56.000,00 em até 12x (pagando à vista, ele sai por R$50.400). Em sua configuração máxima, com absolutamente tudo o que tem direito (incluindo aí as rodinhas para deixar o computador mais “portátil”), a máquina sai por R$438.400 (ou R$394.560 à vista).

Mac Pro versão rack

Já o modelo rack custa a partir de R$60.000 (R$54.000 à vista); na configuração máxima, ele sai por R$439.200 (ou R$395.280 à vista).

Vídeo: será que o novo Mac Pro é mesmo caro?!


Lembrando que o Pro Display XDR já estava à venda por aqui desde dezembro, já que o monitor não precisou passar pela avaliação da Anatel.

Apple Pro Display XDR de frente

Eis os preços: R$45.000 com o vidro padrão, R$54.000 na versão Nano-TextureR$8.700 pelo Pro Stand e R$1.700 pelo adaptador de montagem VESA — como sempre, caso o pagamento seja à vista, o cliente tem 10% de desconto sobre esses valores.

Sequência de Alto’s Adventure, Alto’s Odyssey chega à Mac App Store

Se você tem o costume de jogar no seu iPhone ou iPad, provavelmente já ouviu falar de Alto’s Odyssey, aventura da desenvolvedora Snowman que representa a sequência de Alto’s Adventure, lançado em 2015. Pois agora o jogo mais recente da franquia ganhou uma versão para macOS.

O gameplay de Alto’s Odyssey no Mac é bem semelhante ao da sua contraparte para iPhones e iPads. Temos aqui um jogo no estilo runner, no qual você assume a pele de Alto, um esquiador em vários cenários desérticos ao redor do mundo, saltando por dunas, cânions e atravessando templos. Ao longo da aventura, é necessário fazer pontos com suas acrobacias, coletar moedas e poderes especiais para completar a missão.


Ícone do app Alto's Odyssey

Alto’s Odyssey

de Snowman

Compatível com Macs
Versão 1.0.7 (261.1 MB)
Requer o macOS 10.14.0 ou superior

R$ 37,90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Alto's OdysseyScreenshot do app Alto's OdysseyScreenshot do app Alto's OdysseyScreenshot do app Alto's OdysseyScreenshot do app Alto's Odyssey

Além dos belíssimos gráficos e da trilha sonora composta especialmente para o jogo, temos aqui — assim como no iOS — um chamado Modo Zen, no qual todos os elementos desafiadores do jogo são removidos para que você possa apenas esquiar sem preocupações, aproveitando a paisagem e treinando seus movimentos. Ou seja, é um jogo para todos os momentos.

Vale notar que a versão de Alto’s Odyssey para macOS sincroniza automaticamente seu progresso no jogo entre todas as plataformas, para que você sempre continue de onde parou. O título já está disponível na Mac App Store por R$38. Divirtam-se!

via Cult of Mac

Em seu 30º aniversário, Photoshop ganha novidades no iPad e no Mac

Considerando a forma que a palavra “Photoshop” tornou-se sinônimo de edição de imagens no mundo inteiro, era de se esperar que a chegada do seu trigésimo aniversário trouxesse várias boas novidades para o software.

E a Adobe sabe disso: a gigante anunciou hoje novos recursos para o editor no iPadOS, no macOS e no Windows.

iPad

Nos tablets da Maçã, uma nova ferramenta de seleção chamada Object Selection traz o comportamento diferente da já conhecida Subject Selection. No novo recurso, basta desenhar um quadrado em volta do objeto que quiser selecionar, e o aplicativo (com a ajudinha da ferramenta de aprendizado de máquina da Adobe, o Sensei) descobre exatamente o que você está querendo fazer, aparando as pontas e selecionando o objeto em questão.

O Photoshop para iPad ganhou, também, novas configurações para fontes: agora, é possível ajustar aspectos como tracking, escala, caracteres individuais, formatação e propriedades ainda mais avançadas. Além disso, o aplicativo está muito mais rápido para fazer upload e download de arquivos PSD, especialmente aqueles com mais que 10MB — segundo a Adobe, usuários podem esperar ganhos de até 90% na velocidade desses processos.


Ícone do app Adobe Photoshop

Adobe Photoshop

de Adobe Inc.

Compatível com iPads
Versão 1.2.0 (247.3 MB)
Requer o iOS 13.1 ou superior

Grátis

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

macOS/Windows

A versão desktop do Photoshop, por sua vez, também ganhou melhorias. No Mac, especificamente, temos agora suporte ao Modo Escuro das versões recentes do sistema — e sim, eu sei que o Photoshop já é “escuro” por si só há bastante tempo, mas agora o software conforma-se aos ajustes de aparência do macOS também nos menus de configuração e janelas externas.

Antes e depois da ferramenta Lens Blur, do Photoshop
Antes e depois da ferramenta Lens Blur

O famoso recurso Content-Aware Fill, que apaga partes indesejadas da imagem e as preenche com o plano de fundo ali presente, foi melhorado: agora, é possível fazer múltiplas seleções e preenchimentos na mesma janela. Além disso, a Adobe afirma ter aprimorado a qualidade e a performance do Lens Blur.

·   •   ·

As novidades dos aplicativos já estão disponíveis na App Store e nos respectivos softwares para macOS e Windows — você pode atualizá-los agora mesmo para obtê-las.

Feliz aniversário, Photoshop! 🥳

via MacRumors

Apple libera segundas betas do iOS 13.4, do iPadOS 13.4, do macOS Catalina 10.15.4, do watchOS 6.2 e do tvOS 13.4 [atualizado 2x]

A Apple acaba de disponibilizar, exatas duas semanas após as primeiras, as segundas versões beta do iOS/iPadOS 13.4 (compilações 17E5233g), do macOS Catalina 10.15.4 (19E234g), do watchOS 6.2 (17T5234f), do tvOS 13.4 (17L5235e) e também do Xcode 11.4 (11N123k).

Como cobrirmos anteriormente, com esses updates a Apple passará a oferecer “Compras Universais” na App Store, além de termos também compartilhamento de pastas inteiras pelo iCloud Drive, Limites de Comunicação para o Tempo de Uso no macOS e controle de ponteiro do mouse com a cabeça (em Acessibilidade), novos controles de chamadas no CarPlay e suporte a mapas de terceiros no Dashboard, alguns novos tipos de adesivos (stickers) de Memojis, nova barra de botões no Mail, uma suposta nova API “CarKey”, modificadores de teclas no iPadOS, entre outros.

Por enquanto, as novas versões de testes estão disponíveis apenas para desenvolvedores, mas muito em breve elas deverão pintar também no Apple Beta Software Program.

Se pintarem mais mudanças visíveis nestas segundas betas, como sempre atualizaremos este artigo.

Atualização 19/02/2020 às 16:30

A Apple mexeu um pouquinho, de novo, na barra de botões do Mail:

Nessa nova beta, eles removeram o botão de marcação (flag) e substituíram por um de compor novo email, que fica bem à direita.

Atualização II, por Eduardo Marques 19/02/2020 às 20:48

O macOS Catalina 10.15.4 beta 2 ganhou algo muito popular, já presente no Apple Music em iPhones, iPads e até na Apple TV: letras de música sincronizadas.

Como o nome indica, o recurso permite acompanhar a letra de uma música em tempo real, enquanto ela toca. Nas versões anteriores do macOS, era possível visualizar as letras das músicas, mas apenas em texto sem formatação. Agora, tudo ficou muito mais agradável já que a letra acompanha a música.

Para ter acesso ao recurso, abra o app Música e procure o pequeno botão de citação no canto superior direito enquanto reproduz alguma faixa. Nem todas as músicas suportam o recurso, é bom notar — a Apple, contudo, está expandindo isso rapidamente.

via 9to5Mac

Promoções do dia na App Store: The Firm, Beat Cop, Image Crop e mais!

Confira a nossa seleção de promoções nas App Stores nesta terça-feira!

The Firm é um jogo arcade dentro do mercado de ações.

Você deve agir rápido, com medidas corretas e foco nos objetivos da sua organização. De acordo com o seu desempenho, você progride na empresa, podendo se tornar inclusive o CEO1. Se o caminho for o inverso, não tenha dúvidas de que seu lugar não é na firma.


Ícone do app The Firm

The Firm

de Sunnyside Games

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.2.6 (123.4 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

Grátis R$ 3.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app The FirmScreenshot do app The FirmScreenshot do app The FirmScreenshot do app The FirmScreenshot do app The Firm

Nota na App Store

Minha nota

Confira um vídeo do jogo:

Analise o mercado, defina as suas ações e conquiste o sucesso nos negócios!

·   •   ·

Abaixo outros aplicativos/jogos que, juntos, somam quase R$74 de desconto:

Apps para iOS


Ícone do app Beat Cop

Beat Cop

de 11 bit studios s.a.

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.0.4 (429.1 MB)
Requer o iOS 8.0 ou superior

R$ 3,90 R$ 18.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Nem tudo é o que parece.


Ícone do app Safety Photo+Video

Safety Photo+Video

de Eightythree Technology

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 6.3.7 (13.3 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Grátis R$ 7.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Utilitário para armazenamento de fotos.


Ícone do app StompBox

StompBox

de 4Pockets.com

Compatível com iPads
Versão 1.54 (24.4 MB)
Requer o iOS 7.0 ou superior

R$ 22,90 R$ 54.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Utilitário musical.


Ícone do app Textify - Watch Keyboard

Textify – Watch Keyboard

de Mehdi Amiri

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2.2 (4.6 MB)
Requer o iOS 13.2 ou superior

Grátis R$ 3.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Teclado no seu Apple Watch.

App para macOS


Ícone do app Image Crop - Batch Crop Photos

Image Crop – Batch Crop Photos

de Day 1 Solutions SRL

Compatível com Macs
Versão 1.3.1 (8.5 MB)
Requer o macOS 10.10 ou superior

Grátis R$ 14.90

Badge - Baixar na Mac App Store

Código QR Código QR

Utilitário para imagens.

·   •   ·

Aproveitem as ofertas e até amanhã! Ah, lembrando que elas são sempre por tempo limitado, então é bom correr. 😉

Vendas de smartphones poderão ser as menores em 5 anos por conta do Coronavírus

Ontem, a Apple emitiu um comunicado à imprensa revisando as previsões dos seus resultados financeiros para o próximo trimestre fiscal — tudo por conta dos efeitos avassaladores do surto do Coronavírus (ou COVID-19, para os cientistas) na China. Pois, como era de se esperar, a Maçã não será a única afetada pelo desastre.

De acordo com a TrendForce, a indústria de smartphones como um todo sofrerá um abalo com o surto, especialmente porque a montagem dos aparelhos ainda envolve uma boa proporção de atividade humana (e não de robôs) e está concentrada particularmente em regiões chinesas.

As estimativas da firma indicam que, no primeiro trimestre de 2020, a produção de smartphones cairá 12% na comparação com o mesmo período do ano passado — com isso, teremos o menor volume de produção de aparelhos móveis em cinco anos. As vendas, portanto, acompanharão a tendência e também mostrarão uma queda significativa.

Segundo a TrendForce, os despachos de iPhones cairão 10% no trimestre, o que certamente não é boa notícia para a Apple. E a coisa fica pior: em um outro relatório, o Nikkei Asian Review estima que os impactos do surto de Coronavírus afetarão a produção dos smartphones da Maçã até abril. No momento, de acordo a firma, as fornecedoras da Apple estão operando entre 30% e 50% da capacidade, por conta do vírus.

Ainda nas palavras do Nikkei, o COVID-19 poderá, sim, afetar a produção do chamado “iPhone 9”:

“Os fornecedores estão fazendo de tudo para produzir e despachar o [novo] iPhone dentro de quatro semanas. O atraso não pode ser tão grande, porque poderá afetar a estratégia de vendas dos novos produtos da Apple no segundo semestre”, afirmou uma das pessoas com conhecimento direto do assunto.

O problema não se concentrará apenas nos smartphones, entretanto: de acordo com a TrendForce, o segmento de vestíveis sofrerá uma retração de 16% em relação às estimativas originais para o período. Ou seja, os efeitos são realmente notáveis.

Vantagem para a Samsung?

Em meio a todo o cenário de incerteza, quem poderá tirar alguma vantagem — de acordo com a Reuters — é a Samsung. Atualmente, quase metade dos smartphones da sul-coreana é fabricada no Vietnã, onde os efeitos do Coronavírus não são sentidos nem de perto da forma como atingiram a China. Além disso, historicamente o País da Muralha não é um dos grandes pontos de venda da Sammy.

Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra
Galaxy S20, S20+ e S20 Ultra

Enquanto a Apple tem uma expectativa de queda de 10% no trimestre, a Samsung deverá cair apenas 3%. Além disso, vale lembrar, a sul-coreana anunciou recentemente seus flagships para 2020, o que causará uma aceleração das suas vendas nos próximos meses.

De qualquer forma, caso os efeitos do Coronavírus permaneçam por mais tempo, a Samsung também será afetada — afinal, vários dos componentes dos smartphones da empresa vêm da China, de qualquer forma. Vamos acompanhar o caso.

via 9to5Mac