Desenvolvedores criticam declarações de Tim Cook: “Fomos capados”

Já falamos aqui bastante sobre o depoimento de Tim Cook ao Congresso dos Estados Unidos como parte do inquérito que está investigando supostas práticas monopolistas da Apple (e de outras gigantes tecnológicas, como a Amazon, o Google e o Facebook).

Sabemos que, sobre a questão da App Store, o CEO1 da Maçã se defendeu com base nos mesmos argumentos utilizados recentemente por Phil Schiller numa entrevista: os de que a loja nivelaria a concorrência ao oferecer condições iguais para todos, sem acordos especiais. O fato é que as reações dos desenvolvedores ao depoimento não foram lá muito boas.

O Business Insider reuniu declarações de alguns nomes importantes da indústria dos aplicativos e destacou algumas opiniões deveras enérgicas. Justin Payeur, presidente da National Education Technologies (criadora do app Boomerang), afirmou: “Dizer que [a App Store] é um ambiente vibrante e competitivo não é verdadeiro.”

Payeur citou ainda mudanças aplicadas pela Maçã no funcionamento do iOS que limitaram o funcionamento de aplicativos de controle parental, afirmando que as desenvolvedoras desse tipo de app foram “capadas” pela Apple.

Dustin Dailey, diretor da Eturi (criadora do OurPact, outro aplicativo de controle parental), classificou as regras da Maçã como “um alvo em movimento que não é aplicado igualitariamente a todos”. Ele afirmou o seguinte:

Nós temos a esperança de que a Apple vai reconhecer que não é a única desenvolvedora capaz de criar produtos com foco nos interesses do usuário, especialmente em relação a privacidade e segurança de dados. Esperamos que a empresa aja de acordo com as suas palavras e crie um nivelamento real para todos — incluindo eles próprios.

Quem também se pronunciou foi David Heinemeier Hansson, CEO da Basecamp — sim, aquela mesma desenvolvedora do aplicativo HEY, que gerou uma baita polêmica há alguns meses. Hansson citou a descoberta recente de um acordo entre a Apple e a Amazon, no qual a gigante de Jeff Bezos poderia pagar uma taxa menor à Maçã pelos assinantes do Prime Video.

“Ver Tim Cook dizer que todos são tratados igualmente quando claramente esse não é o caso não é um bom prospecto.” Bom, proferir falso testemunho na frente do congresso é bem pior do que “não um bom prospecto”. Vejam o replay, vejam ele fazer o juramento.

Mas enquanto esse detalhe é incrivelmente danoso para a Apple, e potencialmente coloca Cook na linha por perjúrio, é a mentira a olhos vistos que é ainda pior! A Apple não pode dizer que trata “todos da mesma forma” e ao mesmo tempo dizer que “só 16% dos apps pagam”!

As diretrizes da App Store fazem malabarismos argumentativos para permitir acordos e tratamentos especiais a torto e a direito. Aplicativos “somente leitura” que não leem nada, exceções puras e simples como “software de gerenciamento de classe”. É uma discriminação flagrante, não “tratar todos da mesma forma”.

Por isso é tão bom ver que @davidcicilline [presidente] e o resto do subcomitê estão se recusando a comprar o discurso da Apple assim, de cara. A presunção de benevolência se foi, a capa da suposta justiça caiu. Acho que Cook não percebeu onde se meteu.

O CEO da Epic Games, Tim Sweeney, foi outro a se pronunciar: em entrevista à Bloomberg, ele afirmou que “o campo de competição da Apple é o mais desigual da história dos produtos tecnológicos”.

Ou seja… já sabemos a argumentação e os pontos defendidos pelos dois lados. A bola, agora, está com o Congresso dos EUA. No que vocês acham que isso tudo vai dar?

via AppleInsider

Promoções do dia na App Store: EXIF Viewer, Neet Meeting Minutes, Moonlight Express: Fortnight e mais!

Nessa primeira segunda-feira de agosto, aproveite a nossa seleção de promoções na App Store!

O EXIF Viewer, criado pelo pessoal da Fluntro, é um excelente utilitário para fotos. Por ele é possível obter todas as informações sobre lente, foco, abertura e muito mais.

Se deseja compartilhar imagens sem informações, tais como localização, data de captura e outras, você encontrou o seu aplicativo! Precisa alterar a data de uma foto ou a sua localização? O EXIF Viewer também serve para isso.


Ícone do app EXIF Viewer by Fluntro

EXIF Viewer by Fluntro

de Fluntro

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com o iMessage
Versão 6.1 (68.9 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Grátis R$ 10.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by FluntroScreenshot do app EXIF Viewer by Fluntro

Nota na App Store

Minha nota

Um excelente utilitário, não perca tempo e baixe já! 😀

·   •   ·

Abaixo outros aplicativos e jogos para iOS/iPadOS que, juntos, somam quase R$45 de desconto:


Ícone do app Neet Meeting Minutes

Neet Meeting Minutes

de Ben Collins Pty Ltd

Compatível com iPhones
Versão 1.18 (29.8 MB)
Requer o iOS 10.2 ou superior

Grátis R$ 3.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Excelente aplicativo para negócios.


Ícone do app Moonlight Express: Fortnight

Moonlight Express: Fortnight

de Damir Stuhec

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.4.2 (349.6 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Grátis R$ 10.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Um belíssimo jogo.


Ícone do app Finding..

Finding..

de zhen qu

Compatível com iPadsCompatível com iPhones
Versão 1.0 (166.2 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

R$ 7,90 R$ 14.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Jogo de aventura.


Ícone do app Photos Cleaner - Duplicate

Photos Cleaner – Duplicate

de Praksh Jat

Compatível com iPhones
Versão 1.1.2 (13 MB)
Requer o iOS 9.0 ou superior

Grátis R$ 18.90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Utilitário para fotos.


Ícone do app Pedometer Plus

Pedometer Plus

de Martin Roeder

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 2.4.1 (25.5 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior

Grátis R$ 3,90

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Pedômetro.

·   •   ·

Aproveitem as ofertas e até amanhã. Ah, lembrando que elas são sempre por tempo limitado, então é bom correr! Se puder, fique em casa. Respeite o distanciamento social e use máscara. 😷

Seu MacBook [Air/Pro] está ligado na tomada, mas não carrega? Esse pode ser o motivo

O macOS Catalina 10.15.5 veio com um recurso bem interessante para preservar a bateria do seu Mac — caso ele tenha uma porta Thunderbolt 3 — chamado “Gerenciamento da saúde da bateria”. O efeito colateral disso é que, mesmo plugado na energia, o notebook pode não necessariamente estar carregando — e isso pode acabar causando estranheza para alguns usuários desinformados.

Por isso, a Apple tratou de colocar no ar uma página de suporte explicando o que acontece. Nela, a empresa fala que a mensagem “Não está carregando” poderá aparecer caso você esteja utilizando o recurso mesmo com o adaptador de energia conectado ao Mac.

Gerenciamento da saúde da bateria do macOS

Se o seu notebook Mac possui portas Thunderbolt 3 e roda o macOS Catalina 10.15.5 ou superior, você pode usar o gerenciamento da saúde da bateria para ajudar a prolongar a vida útil da bateria. O gerenciamento da saúde da bateria foi desenvolvido para melhorar a vida útil da bateria, reduzindo a taxa com que ela envelhece quimicamente. O recurso faz isso monitorando o histórico de temperatura da bateria e os padrões de carregamento.

Quando o gerenciamento da saúde da bateria está ativado, ocasionalmente você poderá ver [a mensagem] “Não está carregando” no menu de status da bateria do seu Mac, e o nível máximo de carga da bateria poderá diminuir temporariamente. Isso é normal e é assim que o gerenciamento da saúde da bateria otimiza o carregamento. O seu Mac voltará a recarregar a 100%, dependendo do seu uso.

É bom notar que a mensagem “Não está carregando” pode, sim, indicar algum problema, como quando o Mac não está recebendo energia suficiente para recarregar a bateria, ou caso você esteja usando um adaptador e/ou cabo de energia incorretos, que não necessariamente passam a energia suficiente.

Mas se você está usando os acessórios originais/oficiais da Apple — ou de uma fabricante confiável — e está com o recurso “Gerenciamento da saúde da bateria” ativado, não há mesmo com o que se preocupar.


MacBook Pro de 13"

Botão - Comprar agora

MacBook Pro

de Apple

Preço à vista: a partir de R$12.806,10
Preço parcelado: em até 12x de R$1.185,75
Cores: cinza espacial ou prateado
Lançamento: maio de 2020


MacBook Air 2018 de frente para box

Botão - Comprar agora

MacBook Air

de Apple

Preço à vista: a partir de R$9.269,10
Preço parcelado: em até 12x de R$858,25
Cores: cinza espacial, dourado ou prateado
Lançamento: 2020

via MacRumors

Apple continua liderando mercado de tablets com folga, mas cresce menos que rivais

Estamos naquele período do trimestre em que as firmas de análise começam a liberar números de vendas em diversas categorias do mundo tecnológico. Já falamos aqui sobre iPhones, Macs e Apple Watches; agora, é a vez dos iPads — e do segmento de tablets em geral, claro.

Nas últimas estimativas da Canalys, referentes às vendas globais dos dispositivos no segundo trimestre, a Apple manteve-se líder do segmento, posição que já mantém há quase uma década: foram mais de 14 milhões de iPads despachados no períodos, mais que o dobro da Samsung, segunda colocada — e suficiente para dar à Maçã uma fatia de 38% do mercado.

Huawei, Amazon e Lenovo completaram o Top 5, mas a Maçã precisa prestar atenção num ponto específico: todas as concorrentes cresceram mais do que ela na comparação ano a ano. A Lenovo foi a que mais subiu, com um crescimento de 53% nas vendas; a Apple, por sua vez, cresceu 20%. Isso contribuiu para um pequeno encolhimento do market share de Cupertino, que era de 40% no segundo trimestre do ano passado.

Canalys sobre mercado de tablets, segundo trimestre de 2020

O mercado de tablets, no geral, viu um crescimento de 26% na comparação ano a ano. Segundo a Canalys, isso pode ser explicado por uma maior demanda dos consumidores por instrumentos de trabalho e estudo remoto; ao mesmo tempo, as fabricantes foram bem-sucedidas ao oferecer promoções e incentivos na compra dos dispositivos, acelerando as vendas.

Vale destacar, também, outro levantamento da firma — este, contabilizando todas a vendas de PCs no mundo no segundo trimestre e incluindo na conta os tablets. Sob essa métrica, a Apple é a segunda maior fabricante de computadores do planeta, atrás apenas da Lenovo:

Canalys sobre mercado de tablets, segundo trimestre de 2020

Será que o cenário vai permanecer o mesmo nos próximos meses? Vamos acompanhar.

via MacRumors

Com novo recorde nas ações, Apple agora vale quase US$1,9 trilhão

E tome recorde! 🤑

Depois de fechar o dia pela primeira vez acima dos US$400 na última sexta-feira, as ações da Apple continuaram subindo forte hoje e fecharam o dia em alta de 2,52%, valendo US$435,75 — durante as negociações da NASDAQ a máxima foi de US$496,55, também recorde.

Com a subida de hoje, o market cap da empresa pulou para US$1,867 trilhão, deixando a empresa bem próxima de se tornar a primeira a quebrar a barreira dos US$2 trilhões — lembrando que ela foi a primeira a quebrar a de US$1 trilhão.

A Microsoft continua na caça da Apple. Com a ótima subida de 5,62% de hoje, a empresa passou a valer US$1,639 trilhão — deixando a Amazon para trás, que caiu 1,67% e está valendo US$1,559 trilhão. Fechando o Top 4 temos a Alphabet/Google, que caiu hoje 0,57% e está com um market cap de US$1,006 trilhão.

Warren Buffett

Para entender o que o desemprenho da Apple nos últimos meses representa, peguemos o maior acionista da empresa.

O CEO1 da Berkshire Hathaway, o bilionário Warren Buffett, investiu cerca de US$35 bilhões para adquirir 250 milhões de ações da Apple entre 2016 e 2018. Recentemente ele vendeu alguns papéis, mas ainda tem por volta de 245 milhões de papéis que hoje estão valendo módicos US$104 bilhões, como informou o Business Insider. 💰

Atualmente, as ações da Apple representam mais de 40% do portfólio da Berkshire Hathaway.

Quem voar pela American Airlines agora pode assistir à programação do Apple TV+

A Apple acaba de firmar uma nova parceria para expandir mais o alcance do seu serviço de streaming de vídeos.

A partir de agora, o sistema de entretenimento de bordo da American Airlines conta com parte da programação do Apple TV+ — conforme noticiou o site The Points Guy.

Atualmente, são oferecidos para passageiros séries como “The Morning Show”, “Dickinson”, “Defending Jacob”, “For All Mankind” e “Mythic Quest: Raven’s Banquet” (ótimas escolhas!), mas um porta-voz da AA afirmou que esse acervo será atualizado mensalmente.

A Apple não só selecionou apenas alguns programas, como não incluiu todos os episódios dessas séries. A ideia aqui é certamente fisgar o interesse de algumas pessoas que, após o voo, poderão se ver convencidas a assinar o serviço.

A AA já anda de mãos dadas com a Apple há bastante tempo. No início de 2019, ela passou a oferecer acesso gratuito ao Apple Music em seus voos. Ela também foi uma das primeiras companhias aéreas a substituir manuais de voo por iPads.

via Cult of Mac

Dark Sky é desligado definitivamente no Android e no Wear OS, após aquisição da Apple

A Apple comprou o aplicativo Dark Sky no final de março passado e disse que suas versões para Android e Wear OS continuariam funcionando até 1º de julho. Recentemente, soubemos que esse prazo foi estendido em um mês.

Agora, foi para valer. Desde ontem, o Dark Sky deixou de funcionar no Android e no Wear OS — assinantes, que pagavam US$3 anuais, receberão reembolso integral.

Embora alguns recursos dele já estejam sendo levados ao app Tempo (Weather) nativo do iOS 14, o app independente continua disponível para iOS — porém apenas nos Estados Unidos.


Ícone do app Dark Sky Weather

Dark Sky Weather

de Apple

Compatível com iPadsCompatível com iPhonesCompatível com Apple Watches
Versão 6.8.4 (43.3 MB)
Requer o iOS 11.0 ou superior
🇺🇸 Indisponível na App Store brasileira!

$3.99

Badge - Baixar na App Store

Código QR Código QR

Screenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky WeatherScreenshot do app Dark Sky Weather

A tecnologia do Dark Sky também é usada por alguns outros apps de terceiros. Esses terão até o final de 2021 para migrarem para outra fonte de dados.

via 9to5Google