TIM coloca 1,4 mil funcionários de call center em home office

A pandemia de coronavírus (Covid-19) obrigou as empresas repensarem os modelos de trabalho, e com o call center não foi diferente: a TIM migrou 100% de seu atendimento próprio para o modelo de teletrabalho, e incentiva centrais terceirizadas a fazerem o mesmo. A operadora já havia colocado em home office todos os funcionários cujas tarefas pudessem ser executadas em casa.

Foi necessário adaptar os sistemas de call center para uso remoto e reforçar as proteções de segurança. A empresa disponibilizou computadores, e os funcionários utilizam o chip que já era disponibilizado para todos os colaboradores para fornecer acesso à internet.

A medida atingiu cerca de 1,4 mil colaboradores que trabalhavam nos call centers próprios da TIM em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, e em Santo André, no ABC paulista. Todos receberam treinamento, e os supervisores auxiliam os consultores com dúvidas e dicas de home office. Os turnos de trabalho se mantêm.

E os call centers terceirizados da TIM?

O Tecnoblog perguntou se há previsão para a solução de home office chegar às centrais terceirizadas de atendimento. A operadora afirma que “os parceiros de call center da TIM também estão evoluindo parte de suas operações para o trabalho remoto”.

Em comunicado, a TIM diz que “acompanha de perto o tema e busca incentivar seus fornecedores a migrar para home office, quando possível, e cumprir as determinações Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e demais órgãos”.

TIM coloca 1,4 mil funcionários de call center em home office

Recommended Posts